Balneário de Águas de Chapecó tem energia cortada

22 de agosto de 2013 • 16h08Politica • 981 Visualizações • Nenhum comentário em Balneário de Águas de Chapecó tem energia cortada

O vereador Jatir Dal Magro (PDT), desmentiu nesta semana uns boatos que estavam sendo espalhados no município, contra a bancada de oposição no Legislativo. De acordo com ele, algumas pessoas estão espalhando com interesses políticos, que os vereadores estariam inviabilizando o andamento dos trabalhos da Administração Municipal, e da Companhia Hidroeste.

jatir-dal-magro-chapeco

Outra situação relatada pelo vereador, foi o corte de energia de uma das unidades consumidoras do balneário, efetuada pela Celesc devido à falta de pagamento. “Isso é uma vergonha. Como deixaram chegar a esta situação”, cobra Dal Magro. De posse dos balancetes da companhia, ele ainda relatou que entre recursos próprios e valores repassados pelo município de 2009 a 2013, a arrecadação foi da ordem de R$ 1,4 milhão. “Esta soma se tivesse sido bem administrada, teria sido utilizada para grandes ações na empresa”, afirma.

O vereador acredita que será necessário rever a forma de administração da Hidroeste, pois não está sendo viável ao município o repasse de recursos para a sua manutenção. Jatir afirma que se faz necessária uma discussão urgente, sobre uma forma da empresa se auto-sustentar, ou até mesmo de alguma outra forma de manter a sua atividade.

A idéia é compartilhada pelo presidente do Legislativo, Valmor Alves de Oliveira, o Japonês (DEM), que chamou a atenção para o fato de a empresa ter pendência com a Celesc de quatro anos atrás. “Queremos saber por qual motivo não foram pagas essas faturas”, questiona o vereador.

Japonês ainda sugeriu a realização de uma audiência pública, para que a população opine sobre o futuro da Hidroeste. “Do jeito que está não pode ficar. Temos que rever a administração da empresa”.

Conteúdo Relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »