Implantar e manter uma boa gestão financeira é um hábito que deve fazer parte da vida do empresário, diz consultor

29 de maio de 2015 • 17h05Economia • 432 Visualizações • Nenhum comentário em Implantar e manter uma boa gestão financeira é um hábito que deve fazer parte da vida do empresário, diz consultor

 

Uma das dificuldades enfrentadas pela grande maioria dos empresários é gerar maior receita e controlar os gastos para obter lucros. Esse processo, que parece uma simples conta matemática, requer atenção e cuidado. Diante desse tema, o Sicom programou para a próxima terça-feira, 2 de junho, palestra específica que tratará sobre “Organização Financeira na Empresa: Evitando Sanções Fiscais”. As orientações serão feitas pelo contador Airton Rigotto, que é especialista em Gestão Estratégica de Negócios, em Gestão Financeira e em Engenharia da Produção.

Programada para as 19h, no auditório do Sicom, na palestra o consultor orientará os empresários da importância de criar rotinas organizacionais para manter em dia toda a documentação das movimentações financeiras, que envolvem vários departamentos, como compras, vendas, caixa, estoques e produção, entre outros. “É primordial que se dedique atenção especial a todos os documentos que são gerados em função das atividades operacionais da empresa, e também os seus registros em software”, aconselha o consultor. Pelo conhecimento que tem na área, Airton acrescenta que, com as mudanças tributárias e de legislação nos últimos anos e aquelas que estão por vir, esse é um procedimento que não pode ser mais adiado pelas empresas.

Já quanto às indicações para se precaver de uma situação de crise, ele é enfático e diz que ao longo do tempo sempre houve momentos de crise, algumas mais acentuadas, outras menos. “Diante disso, as possibilidades de superação e retomada sempre estarão do lado das  empresas mais organizadas. No caso, com seus dados e informações financeiras mais afinadas, corretas, realistas e que permitam tomadas de decisão com agilidade e assertividade”, pontua. Ainda aconselha: “A empresa que ainda não despertou para a realização dos seus controles financeiros de forma acentuada, metodológica e bem organizada, sempre tenderá a ter dificuldades financeiras, mesmo que o mercado esteja bem. Implantar e manter uma boa gestão financeira é mais um hábito que deve fazer parte da vida do empresário, assim como comprar, produzir e vender”.

Sanções fiscais

Para evitar sanções fiscais, o consultor orienta aos empresários que valorizem a organização: “Além de manter toda a documentação muito organizada e em dia, deve-se buscar a proximidade maior com o contador, pois ele sempre está atualizado quanto às alterações que a legislação fiscal sofre e tem condições de orientar sobre cuidados que se deve ter, pertinentes ao seu ramo de atividade, e todas as peculiaridades do negócio”.

 

Airton Rigotto lembra que a área contábil orienta para que as ações sejam executadas em outros setores, pois é nela onde tudo começa e pode terminar bem ou em sanções fiscais. “Com todos os recursos tecnológicos que o Fisco dispõe, ele realiza vários cruzamentos de dados e assim apura todas as irregularidades existentes. Assim como ele este bem organizado e usa todos os dados que levanta, as empresas também precisam implementar essa cultura de dedicar o tempo necessário e zelar pelos seus dados financeiros, sendo que sempre se deve trabalhar de forma preventiva, antecipando-se aos erros e irregularidades”, indica o palestrante convidado pelo Sicom.

O consultor e contador orienta aos empresários que estão a caminho medidas fiscais que irão mexer profundamente com a quantidade de dados que chegam a todas as esferas governamentais, aprimorando seus bancos de dados e permitindo a maior e mais criteriosa atuação sobre todas as informações geradas pelas empresas. “Não tem volta, é apenas uma questão de tempo, e ele é curto”, alerta.

(por EXTRA COMUNICA – Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira-Jornalista/MTE4296RS – 29/05/15)

Conteúdo Relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »